X

CLIQUE E ENTRE JÁ
EM CONTATO CONOSCO!

(11) 4653-1122

vendas@

(11) 94266-3100

Publicações

Importante Para a Indústria de Aços Inoxidáveis, Celulares e Carros Elétricos: Preço do Níquel Dispara

Artigos

Importante Para a Indústria de Aços Inoxidáveis, Celulares e Carros Elétricos: Preço do Níquel Dispara

29/03/2022

A guerra na Ucrânia continua trazendo resultados inesperados para o mundo. Agora foi a vez do níquel chegar às manchetes internacionais devido à alta dos preços, decorrente de preocupações com o fornecimento do metal pela Rússia, maior produtora do mundo.

O níquel é bastante utilizado em toda indústria de aços inoxidáveis e na fabricação de baterias para smartphones e carros elétricos.

O preço da commodity quadruplicou nas últimas semanas. A tonelada do minério, que antes era negociada a US$ 25 mil, ou R$ 127,2 mil na cotação atual, passou a ser vendida a US$ 100 mil, ou R$ 509 mil. Agora, o preço está estabilizando na faixa de US$ 40 mil, ou R$ 200 mil.

A Rússia é o maior produtor de níquel do mundo e sede da empresa Norisk Nickel, ou Nornickel, que ocupa o primeiro lugar em nível global na produção de níquel com qualidade alta o suficiente para ser utilizado em baterias. A empresa baseada em Moscou responde por cerca de 15% a 20% deste insumo.

Já era previsto que a demanda pelo material de alta qualidade fosse superar a oferta neste ano devido à crescente popularidade dos veículos elétricos. O Goldman Sachs, por exemplo, previu que o mercado teria um déficit de 30 mil toneladas em 2022. Com o conflito armado e as sanções à Rússia, o mercado entrou em caos devido às preocupações com o fornecimento mundial.

A London Metal Exchange (LME), a maior bolsa de futuros do mundo sobre metais básicos, chegou a cancelar a negociação do níquel após o aumento vertiginoso da commodity.

As variações e incertezas na estabilidade dos preços geram atrasos e problemas de abastecimento, afetando negativamente a cadeia produtiva de aços inoxidáveis e baterias.